Você está aqui: Página Inicial / Jornalismo / Notícias / Multiverso realiza cobertura jornalística durante o 31º Fórum da Liberdade

Multiverso realiza cobertura jornalística durante o 31º Fórum da Liberdade

Confira texto da equipe de alunos do IPA
Multiverso realiza cobertura jornalística durante o 31º Fórum da Liberdade

O debate público, frente aos últimos acontecimentos no Brasil, está ainda mais controverso. Nesse ambiente, o 31º Fórum da Liberdade reuniu, em Porto Alegre, políticos, jornalistas, escritores, empresários e presidenciáveis para discutir soluções para a América-Latina. O Multiverso participou, realizando a cobertura jornalística. Foram dois dias de intenso trabalho e compartilhamento de informações sobre o maior evento de debates da América Latina.

O Fórum teve uma de suas maiores edições, com mais de cinco mil inscritos e 150 jornalistas credenciados para cobrir mais de 20 palestrantes nacionais e internacionais, nove painéis e diversas exposições, em dois dias de evento. A Profa. Dra. Valéria Deluca, coordenadora do Multiverso, entende que a oportunidade de fazer uma grande cobertura, com várias plataformas, complementa o trabalho feito em sala de aula e permite a experimentação e a aplicação dos conteúdos e teorias até para os alunos do primeiro semestre. “Tem muito a ver com a filosofia e as práticas do nosso curso. Fizemos um acompanhamento em tempo real, com grandes personalidades. Além da responsabilidade de gerar e apurar conteúdo, conseguimos refletir sobre a conduta profissional exigida. Foi um grande momento de aprendizado e os alunos estão de parabéns”, enfatiza.

A Profa. Dra. Sandra Bitencourt, que também acompanhou os trabalhos do grupo de estudantes, destaca o momento valioso de ensino. “A equipe estava muito comprometida. Tivemos todos os elementos para realizar uma excelente cobertura jornalística, até com direito a furo e exclusividade, no caso da transmissão da palestra do Juiz Sérgio Moro, reverberada por outros veículos de comunicação”, comemora.

Quatro alunos do IPA participaram da cobertura feita pelo Multiverso. Márcio Nunes, Giulian Cavalli, Martha Dias e Bruno Dornelles concordam que a experiência foi única para o aprendizado e aprimoramento da prática jornalística.

“Participar do Fórum da Liberdade foi uma mistura de gratidão e trabalho árduo. Foi o meu primeiro evento externo ao IPA. Cobri-lo foi um desafio pessoal ao qual, de certa forma, determinaria que tipo de jornalista eu seria em meu futuro profissional”, conta Martha Dias, aluna do primeiro semestre de Jornalismo. Ela explica que conseguiu colocar em prática o conhecimento ensinado em aula diante dos fatos ocorridos no evento. “Aprendi como me posicionar em diferentes esferas políticas e sociais. Só tenho a agradecer aos meus colegas do Multiverso, aos meus professores e ao IPA pela oportunidade”, comemora.

Bruno Dornelles, também estudante do primeiro semestre, explica que vivenciar a cobertura de um evento com mais de 5 mil inscritos, foi muito gratificante. “A oportunidade foi muito boa porque conseguimos ver na prática como funciona uma sala de imprensa”. Dentre as atividades que acompanhou, destaca a palestra de Bernardinho, ex-treinador da seleção brasileira de vôlei e do debate realizado entre os pré-candidatos à presidência. “Participar do Fórum da Liberdade foi uma ótima experiência!”.

Alunos do sétimo semestre, Márcio Nunes e Giulian Cavalli ressaltaram que foi preciso entendimento sobre o momento que o Brasil vive e muita preparação para participar da cobertura do Fórum da Liberdade. “Entre os eventos que cobri foi o de maior importância e que me exigiu mais conhecimento na área do que em qualquer outro. Foi uma ótima oportunidade para colocar em prática tudo que aprendi ao longo dos três anos de curso”, conta Giulian. Para ele, foi uma honra poder cobrir o Fórum da Liberdade junto de um colega que iniciou o curso com ele, bem como com os que estão experimentado a primeira vivência em um evento de grande porte. Márcio Nunes destaca que "foi uma boa oportunidade de fazer a cobertura em um evento onde os olhos do Brasil estariam voltados por causa das autoridades presentes. Lidar com todo o ambiente político e social que o Brasil vive atualmente também foi importante para a prática da profissão".

Texto: Equipe Multiverso

registrado em: ,