Você está aqui: Página Inicial / Publicidade e Propaganda / Notícias / Aluna de Publicidade e Propaganda tem artigo científico publicado no livro Vale o Escrito

Aluna de Publicidade e Propaganda tem artigo científico publicado no livro Vale o Escrito

Aluna de Publicidade e Propaganda tem artigo científico publicado no livro Vale o Escrito

O artigo Redação Publicitária: Um estudo na Perspectiva do Neuromarketing foi escolhido para o livro Vale o Escrito, da Editora Árvore Digital. A conquista é da graduanda em Publicidade e Propaganda, Camila Lopes e da Profª Drª Valéria Deluca. Com organização de Eduardo Dieb, o e-book, lançado em outubro, traz 15 trabalhos que abordam o texto publicitário em diferentes perspectivas. Mais de 400 cursos superiores de Letras e de Publicidade e Propaganda foram convidados para participar do call for paper (edital de chamamento para publicações).

A atividade é fruto da disciplina Pesquisa em Comunicação, que tem por objetivo a iniciação científica no curso de Publicidade e Propaganda. O desafio é fazer um ensaio para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), trazendo os conceitos de texto científico e procedimentos metodológicos.

No prefácio, Eduardo Dieb deixa claro que a intenção era uma publicação sem fins didáticos: “a ideia do Vale o Escrito nunca foi fazer mais um livro explicando o texto publicitário. Mas sim, publicar um livro sobre o texto publicitário. Eu queria um livro rico em abordagens e autores”, esclareceu.

Camila conta que foi surpreendida ao saber que o seu texto havia sido selecionado para compor a publicação, porque para ela a redação publicitária era uma novidade, assim como trabalhos dessa complexidade. “Fiquei surpresa e muito feliz. É minha primeira experiência com esse tipo de trabalho. Eu não conhecia muito sobre a redação publicitária. Quando recebi o desafio de escrever sobre, procurei aliar ao neuromarketing, que é um assunto que sempre me interessou e percebi que os temas se harmonizavam”, explicou.

Para a professora Valéria Deluca, o trabalho foi um desafio, porque, além de não ser sua área específica na docência, trouxe um assunto que ainda está em fase inicial de pesquisa. Ela ainda destacou que o artigo proposto por Camila tinha todos os requisitos para ser selecionado. “A redação publicitária não é minha área de atuação, foram necessárias a apropriação de conceitos e muita pesquisa a respeito para orientar a aluna. Além disso, o neuromarketing é um tema relativamente novo na Comunicação. Isso fez com que o trabalho da Camila fosse tão especial, a ponto de fazer parte desse livro”, declarou.

A coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda, Profa. Me. Nancy Vianna, relata que o diferencial do curso é oportunizar aprendizados práticos, possibilitando o protagonismo das atividades aos estudantes em formação. “Assim, eles têm a opção de escolha entre os mais variados campos de atuação profissional. A academia instiga a crítica-reflexiva de forma ética, solidária e responsável, com vias a formar um profissional de excelência", explicou. Para ela, as práticas científicas, a exemplo da publicação, são fundamentais para alicerçar os conhecimentos profissionais, introduzindo descobertas.

Para informações acesse aqui