Notícias

Coordenadora do Mestrado em Biociências e Reabilitação recebe homenagem "O Amigo do Vinho de Flores da Cunha"

Docente pesquisa o suco de uva há mais de dez anos
Coordenadora do Mestrado em Biociências e Reabilitação recebe homenagem "O Amigo do Vinho de Flores da Cunha"


Em 17 de agosto, a professora Caroline Dani, coordenadora do Mestrado Acadêmico em Biociências e Reabilitação do Centro Universitário Metodista - IPA, recebeu a homenagem "O Amigo do Vinho de Flores da Cunha". 

O mérito é oferecido anualmente, na entrega dos melhores vinhos do município, a uma personalidade que contribuiu para o setor vitivinícola. A professora do IPA desenvolve pesquisas com o suco de uva há 14 anos, envolvendo diversos alunos de graduação e pós-graduação.

Caroline recebeu o prêmio do prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna. "Foi muito significativo, é uma recompensa pelos anos dedicados ao setor. E recebê-lo na minha cidade natal aumenta ainda mais a importância, reconhece o valor que eu tenho para a cidade, mesmo morando longe há tanto tempo", diz a docente. 

O Rio Grande Sul é o maior produtor de uva do Brasil, assim o suco de uva e o vinho são fonte de renda para muitas famílias da região. Além do importante papel econômico que a uva representa, Caroline Dani dedica-se a comprovar sua relevância, também, para a saúde. "Continuamos com as nossas pesquisas, estamos com vários projetos acontecendo, com idosos, esportistas, alguns modelos animais. Sendo que em todos eles estamos obtendo resultados bastante significativos do consumo do suco de uva", declara.

Caroline Dani participa como degustadora da Avaliação Nacional de Vinhos

Evento contou com os melhores vinhos do País
Caroline Dani participa como degustadora da Avaliação Nacional de Vinhos


A professora Caroline Dani, coordenadora do Mestrado Acadêmico em Biociências e Reabilitação do Centro Universitário Metodista - IPA, participou como degustadora da 26ª Avaliação Nacional de Vinhos - Safra 2018. O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Vinhos (ABE) em 29 de setembro, em Bento Gonçalves.

A docente explica que "foram degustados bases para espumantes, vinhos brancos e vinhos tintos. Foram inscritas 344 amostras, mas após uma avaliação rigorosa, feita por mais de 80 enólogas, apenas 16 amostras foram selecionadas para degustação de todos os participantes".

Segundo Caroline, 16 jurados oficiais foram escolhidos para o evento, entre eles profissionais do Chile, Canadá, Reino Unido, Itália e Brasil. Uma das participantes de destaque foi a presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, principal organização do setor, Regina Vanderlinde.

"O convite veio pela Associação Brasileira de Enologia, pelo seu presidente. Segundo eles foi uma forma de agradecer a importância dos estudos para o setor e pela minha dedicação por todos esses anos", relata a docente. 

Mais de mil pessoas foram envolvidas no evento e essa foi a primeira participação da professora do IPA. Ela acredita que o evento "nos oferece um espaço para conhecer novas parcerias, bem como para demonstrar o que estamos fazendo. Além, claro, de ser uma forma de reconhecimento do setor a minha dedicação por esses 14 anos de dedicação".